Qual a importância do seguro de vida?

Se contratar um seguro de vida não está em seus planos, talvez seja hora de repensar sua decisão, pois o tempo e o imprevisto sobrevêm a todos.

O seguro de vida não é válido somente para o caso de morte, ele é um item fundamental se você quer garantir qualidade de vida e tranquilidade para sua família em caso de imprevistos.

Quer saber mais sobre a importância do seguro de vida? Continue lendo este artigo.

Seguro de vida

Antes de mostrarmos toda a importância do seguro de vida, é importante que você saiba exatamente do que estamos falando.

O seguro de vida tem como objetivo garantir a segurança financeira dos familiares do contratante em caso de morte além de dar a segurança financeira do próprio segurado em casos de invalidez permanente, diagnóstico de doenças graves, de afastamento temporário do trabalho, seja por acidentes ou doenças e outras proteções que podem ser contratadas em seu seguro de vida.

7 motivos que provam que o seguro de vida é importante para você e sua família

1. O seguro de vida garante proteção financeira aos seus dependentes

A razão mais conhecida para se contratar um seguro de vida é que ele garante uma indenização aos beneficiários em caso de morte do segurado por causa natural ou acidental. Ou seja, com ele, você irá proteger as pessoas que ama e evitar que elas passem por dificuldades financeiras quando você não estiver mais por perto.

Essa é uma questão fundamental, principalmente para as pessoas que têm filhos, irmãos e outros dependentes que ficariam em sérias dificuldades financeiras se não for possível contar com sua ajuda no futuro.

Dependendo do tipo de cobertura contratada, seus dependentes poderão contar com serviços fúnebres e outras despezas relacionadas, como traslados, repatriação, etc.

O seguro de vida, oferece também algumas modalidades específicas como: seguro educacional para despesas escolares, seguro prestamista para a quitação de prestações faltantes de um determinado financiamento, como veículos e consórcios, e até mesmo o seguro habitacional para o pagamento de prestações remanescentes de imóveis.

Se você tem dúvidas sobre contratar um seguro de vida ou uma previdência privada, vale a pena conferir o artigo: [artigo] “Seguro de Vida ou Previdência Privada: qual você deve fazer?”.

2. Relação custo x benefício

Esse é um aspecto que muitos desconhecem, porém, além de proteger a família, a contratação de um seguro de vida é uma ótima forma de investimento.

No caso de falecimento, os dependentes podem herdar dívidas, como financiamentos e empréstimos. Porém, com o valor da indenização paga pelo seguro, o dinheiro para arcar com esses compromissos não será problema.

Um detalhe importante: o seguro de vida não entra no inventário em caso de morte do segurado, além de não precisar, necessariamente, ser destinado aos herdeiros naturais. Isso diminui a burocracia em um momento tão delicado para a família do falecido.

3. Isenção de Imposto de Renda

Outro benefício interessante do contrato de seguro de vida é não haver a incidência de tributos sobre o pagamento da indenização.

Ou seja, quando uma indenização é paga, ela deve ser declarada no IR, mas não há incidência de imposto.

4. Garantia de qualidade de vida em caso de invalidez

O seguro de vida também é importante porque garante indenização em caso de invalidez total ou parcial causada por acidente, substituindo sua renda durante um determinado período.

Nesses casos, o acionamento do seguro e o recebimento do valor contratado são feitos de forma rápida e sem burocracia.

5. Reembolso de despesas médico-hospitalares e medicamentos

Um bom seguro de vida garante o reembolso de despesas médico-hospitalares enquanto o segurado estiver sob tratamento médico. Essas despesas estão limitadas ao capital segurado e precisam ser comprovadas no prazo previsto nas condições contratuais.

O seguro de vida pode ainda oferecer descontos e reembolso em medicamentos e a possibilidade de cobrir diárias por internação hospitalar.

Assim, como você pode perceber, o seguro de vida deixou, há muito tempo, de ser um produto voltado apenas para terceiros, atendendo também às necessidades dos próprios contratantes.

Aproveitando que estamos falando sobre despesas médico-hospitalares e o gastos com medicamentos, que tal conferir nosso artigo: “Veja como se programar para ter estabilidade financeira na terceira idade”?

6. Cobertura de despesas fúnebres

Embora este seja um assunto desagradável para algumas pessoas, é preciso pensar nos aspectos práticos. Afinal, em um momento de grande vulnerabilidade, é uma ótima ideia ter a tranquilidade de não precisar se preocupar com a cobertura de despesas fúnebres.

Quem contrata um seguro de vida garante, pelo menos, que seus familiares não tenham que se preocupar com essas questões logísticas e financeiras em caso do seu falecimento.

7. Cobertura de doenças graves

Muitas apólices de seguro garantem o pagamento de indenização caso o segurado seja diagnosticado com alguma doença grave. Isso é uma grande vantagem, já que não é possível prever o futuro. Poder contar com uma “ajuda” nesses momentos é uma grande vantagem. E, claro, vale destacar que muitas pessoas acabam morrendo por consequência do agravamento de doenças que poderiam ser tratadas se a pessoa tivesse se preparado financeiramente ao longo da vida.

Conclusão

Viu só como o seguro de vida é importante e pode trazer inúmeros benefícios para você e sua família?

Contratar um seguro de vida vai muito além de proteger seus familiares em caso de falecimento ou garantir cobertura por invalidez temporária ou permanente. Existe uma infinidade de serviços que podem ser incluídos na apólice para tornar o seguro ainda mais vantajoso para todos.

Agora que você já sabe da importância do seguro de vida, que tal saber como escolher a cobertura ideal da sua apólice? Confira o artigo: “Valor Seguro de Vida – Entenda como definir a cobertura ideal da sua apólice”.

E se vovê quer contratar um seguro de vida agora mesmo fale com um de nossos especialistas, estamos prontos para te atender.

Compartilhar

Confira também: